Viajantes de Portugal e Brasil serão também impedidos de entrar na Alemanha

Além dos viajantes de Portugal e Brasil, também os do Reino Unido e África do Sul vão ser impedidos de entrar na Alemanha. Berlim considera que os países que fazem parte desta lista estão afetados pelas mutações do novo coronavírus.

LEIA TAMBÉM: Governo de Portugal garante que haverá vacinas para toda população

LEIA TAMBÉM: Quais são as “pegadinhas” na língua portuguesa para brasileiros em Portugal?

LEIA TAMBÉM: Portugal reinventa turismo para recuperar economia local no pós-pandemia

Viajantes de Portugal, Reino Unido, África do Sul e Brasil vão ser impedidos de entrar na Alemanha, confirmou hoje o ministro do Interior do Governo de Berlim, Horst Seehofer.(Foto-CWB)

Viajantes de Portugal, Reino Unido, África do Sul e Brasil vão ser impedidos de entrar na Alemanha, confirmou esta quinta-feira o ministro do Interior do Governo de Berlim, Horst Seehofer.

De acordo com o Executivo de Berlim, os países que fazem parte desta lista estão afetados pelas mutações do novo coronavírus.

Neste momento, estamos na fase de coordenação entre os ministérios para proibirmos a entrada de [pessoas provenientes] destes países. Quero dizer, de regiões onde se apresentam as mutações [do SARS-CoV-2]“, disse o ministro antes da reunião informal dos ministros do Interior da União Europeia que se realiza esta quinta-feira através de vídeoconferência.

Seehofer admite que a lista de quatro países, que incluiu Portugal, pode vir a ser alargada nas próximas semanas.

O ministro acrescentou que, “como sempre em política”, a questão “mais importante” agora é decidir “quais vão ser as exceções que vão ser aplicadas”.

Alemanha disposta a uma redução de “quase zero” nos voos internacionais

Nesse sentido, frisou que não quer especular e que vai esperar pelo resultado das consultas governamentais que se “estão a levar a cabo de forma muito intensa”.

Na terça-feira passada, Seehofer afirmou ao diário alemão Bild que o Governo de Berlim estava disposto a propor a redução “quase a zero” dos voos internacionais e restringir ao máximo as viagens essenciais ao país.

“O perigo provocado pelas múltiplas mutações [do novo coronavírus] obriga-nos a considerar medidas drásticas”, disse Seehofer sem especificar os planos, apesar de ter indicado que se estava a estudar o endurecimento dos controlos fronteiriços, especialmente com as regiões de risco elevado.

Restrições à entrada no país de viajantes portugueses começaram no domingo

No domingo, entraram em vigor na Alemanha restrições à entrada no país de viajantes provenientes de zonas de “alta incidência acumulada” em sete dias: superior a 200 casos por 100 mil habitantes.

Desses países já fazem parte cerca de 20 Estados, entre os quais, Portugal, Espanha, República Checa, Bolívia e Colômbia.

Os viajantes provenientes destes países de “alta incidência” devem apresentar um duplo teste negativo para poderem entrar em território alemão, realizado até 48 horas antes do voo e depois devem realizar um teste, no quinto dia de quarentena, quando já se encontram em território alemão.

Jhessen Vieira – Um empreendedor Brasileiro em Portugal

os mais lidos1969 times!

COMPARTILHAR