Falso advogado cobrava 8300 euros para legalizar brasileiros em Portugal

Todo o esquema foi desmantelado após uma investigação do SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras), que deixou diversos imigrantes brasileiros abandonados.

LEIA TAMBÉM: Europa vai proibir entrada de brasileiros por descontrole da covid-19

LEIA TAMBÉM: Coronavírus destrói sonho de brasileiros em Portugal, e muitos penam para voltar

LEIA TAMBÉM: Crise do coronavírus agrava adversidades de imigrantes brasileiros em Portugal

Dezenas de famílias perderam altos valores para o falso advogado. (Foto-CWB)

Um brasileiro que estava se fez passar por advogado com escritórios em Lisboa e Londres, Inglaterra, foi condenado a seis anos de cadeia por burla qualificada e auxílio à imigração ilegal. O esquema implementado em 2017 terá deixado 24 brasileiros sem documentos nem dinheiro – chegavam a pagar 8300 euros para obter a legalização em Portugal – e foi desmantelado após uma investigação do SEF.

O homem garantia ter conhecimentos no SEF, na Autoridade Tributária e Aduaneira e na Segurança Social, prometendo rapidez nos processos. Cobrava o dinheiro, mas depois não cumpria o acordo. As vítimas são brasileiros que viviam ilegalmente no Reino Unido.

os mais lidos2231 times!

COMPARTILHAR