“Lisboa está a colocar em risco o País”, afirma o Presidente da Câmara de Ovar, que quer Cerco Sanitário na capital

Ovar conviveu por um longo período com o Cerco Sanitário. Atualmente a região da Grande Lisboa é segunda mais afetada pela pandemia no País.

LEIA TAMBÉM: Lisboa reforça confinamento para conter propagação do coronavírus

LEIA TAMBÉM: Europa vai proibir entrada de brasileiros por descontrole da covid-19

LEIA TAMBÉM: Coronavírus destrói sonho de brasileiros em Portugal, e muitos penam para voltar

Salvador Malheiro reclama de Lisboa ainda não ter sido colocada em Cerco Sanitário. Foto-CWB

O presidente da Câmara Municipal de Ovar, Salvador Malheiro, questionou neste domingo, em sua conta no Twitter, a razão pela qual ainda não foi imposta uma cerca sanitária em Lisboa. Na publicação, ele escreve: “A 17/3 percebeu-se o cerco em Ovar. Era o único Município em contaminação comunitária. Depois todo o País passou a essa condição. Não fazia sentido fazer cercos. Entretanto tudo melhorou. Hoje Lisboa está a colocar em risco todo o País. Não esperem mais. Ou só há coragem para Ovar?”.

A região da Grande Lisboa é segunda mais afetada pela pandemia no País, com 16762 infetados e 436 óbitos causados pelo coronavírus.

Este domingo, o Presidente da República e o Primeiro-ministro reforçaram os apelos ao cumprimento das regras de distanciamento.

António Costa admitiu a criação de um “quadro punitivo” para quem organizar e participar em festas ilegais e reuniões. Já Marcelo assegurou que apoiará o que o Governo decidir depois da reunião com os autarcas da região de Lisboa, naquilo “que for necessário fazer para impedir o descontrolo” do desconfinamento.

os mais lidos1395 times!

COMPARTILHAR