Montadoras vão voltar a produzir carros em Portugal

Renault, Audi, Mercedes, Volkswagen e Volvo já confirmaram retorno de operações a partir do dia 20 em turnos menores e em algumas fábricas específicas espalhadas pela Europa.

LEIA TAMBÉM: Portugal é destaque no Fantástico, por sua atitude no combate ao vírus

LEIA TAMBÉM: “Um país melhor preparado”. Imprensa francesa elogia forma como Portugal está lidando com a pandemia

LEIA TAMBÉM: Medidas extraordinárias não reduzem contaminação de idosos por coronavírus em Portugal

Europa começa aretomar a produção no dia 20. (Foto-DAIMLER)

A redução no número de infectados pelo coronavírus e melhora da curva de contágio está fazendo algumas montadoras da Europa seguirem a China e começarem a se movimentar aos poucos para voltar ao trabalho.

A francesa Renault pretende retomar as atividades no dia 21. As fábricas de Portugal e da Romênia (Dacia/Renault) voltam com produção parcial. Na Audi, a data é o dia 27 de abril, tanto para a fábrica de Ingolstadt, quanto a de Gyor, na Hungria. A proposta também é retomar suas operações com apenas um único turno.

A partir da segunda-feira (20), a Daimler, que é a controladora da Mercedes-Benz, Volkswagen e Volvo voltam com algumas partes de sua produção.

A Volks irá retornar as operações das fábricas de Zwickau e Bratislava, na Eslováquia. Além delas, as plantas da Alemanha, Espanha, Rússia e EUA devem reiniciar a produção na semana seguinte.

Para maio, a intenção da marca é voltar a produzir em países que foram atingidos pela pandemia depois. Ou seja, que ainda lidam de maneira mais intensa com o coronavírus. Entre eles Brasil, África do Sul, Argentina e México. Obviamente respeitando o possível relaxamento das restrições de circulação.

A Volvo também anunciou o retorno da produção no dia 20 para as fábricas de Torslanda, na Suécia, e Ghent, na Bélgica. As duas instalações vão trabalhar com turno reduzido e conforme a necessidade. O mesmo vai ocorrer com as plantas de Skövde e Olofström, que fazem motores e componentes de carroceria.

A Daimler, que já havia voltado a produzir trens de força, começa no dia 20 a fazer baterias de carros elétricos, em Kamenz. As fábricas que produzem carros da Mercedes, Sindelfingen e Bremen, voltarão na sequência. A Mercedes-Benz vai trabalhar apenas em turno único nessas plantas alemãs para reduzir a possibilidade de contágio cruzado entre funcionários.

os mais lidos2568 times!

COMPARTILHAR