Presidente do Banco Santander é a segunda vítima do Coronavírus em Portugal

António Vieira Monteiro estava infetado com o novo coronavírus e internado há vários dias em Lisboa. É a segunda vítima fatal em Portugal. Ele tinha 73 anos.

LEIA TAMBÉM: Todas as escolas fechadas em Portugal a partir de segunda-feira

LEIA TAMBÉM: Com 25 casos confirmados, Portugal adia futebol, eventos e cancela mais de mil voos

LEIA TAMBÉM: Os 10 maiores obstáculos para brasileiros que mudam para Portugal

António Vieira Monteiro (Foto – Global Imagens)

Vieira Monteiro foi presidente executivo do banco de janeiro de 2012 até 2018. Sucedeu então a Nuno Amado a frente do banco espanhol. Foi responsável pela compra de parte do Banif e do Banco Popular. Desde 2019, Vieira Monteiro era presidente não executivo (Conselho de Administração) do Santander em Portugal.

Quando abandonou a liderança executiva do Santander Totta, Vieira Monteiro, considerou que deixava o cargo com o banco “preparado para continuar a enfrentar o futuro” e salientando que quando assumiu a liderança a instituição “não era quase nada”.

“Ao fim de sete anos, eu vou continuar no banco, vou ser presidente do Conselho de Administração e, portanto, vou continuar no banco, acho que já tenho idade de deixar a parte executiva, já que vou fazer 73 anos, (…) mas aquilo que hei de dizer é que há sete anos quando entrei o banco não era quase nada”, afirmou.

Formado em Direito e com uma longa carreira como executivo, foi vice-presidente da Caixa Geral de Depósitos entre 1993 e 2000, migrando mais tarde para o Santander Totta.

O executivo tinha quase meio século de expriência bancária. Vieira Monteiro formou-se em direito, na Faculdade de Direito de Lisboa em 1969 e em 1970 iniciou sua carreira no Banco Português do Atlântico.

VIDA PT: Quais são as diferenças entre o português do Brasil e Portugal?

VIDA PT: Regras para votar, justificar ou transferir seu título para as próximas eleições

os mais lidos1225 times!

COMPARTILHAR