Adolescente de Santa Catarina morre após ser atropelado por 2 trens em Portugal

Garoto catarinense de 15 anos foi atingido em Lisboa quando estava a caminho da escola. Enquanto aguardava socorro, outro trem o atropelou.

LEIA TAMBÉM: Os 10 maiores obstáculos para brasileiros que mudam para Portugal

LEIA TAMBÉM: Maior feira de franquias do Brasil terá espaço reservado para Portugal

LEIA TAMBÉM: Portugal pode pagar até €6500 a emigrantes ou descendentes que venham trabalhar para Portugal

 O rapaz de 15 anos era aluno do colégio Pina Manique da Casa Pia. (Imagem-EPTV)

Um adolescente de 15 anos natural de Criciúma, no Sul de Santa Catarina, morreu após ser atropelado por dois trens em Lisboa, Portugal, enquanto ia para a escola na manhã de terça-feira (28). Hiury Jesuíno da Rosa havia se mudado com os pais para o país europeu há três anos. Nesta quinta-feira (31) o corpo era velado por amigos e familiares na localidade de Moscavide. Na sexta (31) está prevista uma missa de corpo presente seguida de cremação.

O acidente foi perto das 8h da manhã no horário local, 11h horário de Brasília, na linha de Cascais. A reportagem procurou a prefeitura de Lisboa e o governo de Portugal para um posicionamento, mas não obteve retorno. A reportagem também entrou em contato com o Itamaraty e aguardava retorno até as 19h.

“Ele foi atravessar a ferrovia, um comboio arremessou ele para outra pista. A princípio ele estava consciente, tudo certinho, só machucado. Os amigos iam tirar ele da pista e não deixaram porque já estava vindo socorro, ambulância tudo para socorrer, não puderam mexer. A fiscal deveria saber que vinha outro comboio expresso que não parava e passou por cima dele”, relata Luciana Francelino, tia do adolescente que mora em Criciúma.

A família de Hiury tinha a intenção de ficar em Portugal em definitivo. “Eles queriam que trouxesse o corpo para cá, mas como já tinham vida estável lá, meu sobrinho não queria mais vir para cá, só voltariam para passear. Então meu irmão decidiu deixar lá”, conta a tia.

Outro tio do adolescente está em Lisboa com a família há dois meses. “Ainda bem que meu outro irmão está lá, aí está dando assistência”, afirmou Luciana. Segundo ela, o governo português está prestando apoio psicológico para a família.

Velório e cremação

Na noite desta quinta, a família em Santa Catarina acompanhava o velório na igreja de Santo Antonio por videochamada. A missa de corpo presente esta prevista para as 11h de sexta com cremação no cemitério de Olivais, em Lisboa.

VIDA PT: Quais são as diferenças entre o português do Brasil e Portugal?

VIDA PT: Regras para votar, justificar ou transferir seu título para as próximas eleições


os mais lidos2205 times!

COMPARTILHAR