Premiê de Portugal promete mínimo de 750€ em novo mandato

O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, prometeu neste sábado aumentar o salário mínimo em 25%, para 750 euros, até 2023, ao começar seu segundo mandato no poder, reiterando também o objetivo de reduzir a dívida pública para abaixo de 100% do PIB.

LEIA TAMBÉM: Empreendedor fatura em Portugal vendendo caipirinha engarrafada

LEIA TAMBÉM: Maior feira de franquias do Brasil terá espaço reservado para Portugal

LEIA TAMBÉM: Portugal pode pagar até €6500 a emigrantes ou descendentes que venham trabalhar para Portugal

A meta é chegar ao fim da legislatura com o salário mínimo nos 750 euros. (Fpto-AFP)

O Partido Socialista, de Costa, venceu a eleição de 6 de outubro após governar durante quatro anos de forte crescimento econômico e cortes no déficit, expandindo sua representação no Parlamento como o principal partido, mas ainda um pouco abaixo da maioria.

Costa tem contado com o apoio de dois partidos de extrema-esquerda no Parlamento –o Comunista e o Bloco de Esquerda– nos últimos quatro anos, e o plano salarial deve ser bem recebido por eles. Portugal ainda tem um dos menores salários mínimos da Europa Ocidental.

“O governo agora esboça seu objetivo de chegar ao salário mínimo de 750 euros em 2023”, disse Costa, na cerimônia de posse do seu novo governo de minoria, acrescentando que o aumento planejado deve superar o reajuste de quase 20% do mandato anterior.

“O salário mínimo nacional evoluirá todos os anos, após discussões com parceiros de negociação coletiva, dependendo da dinâmica de emprego e do crescimento econômico, mas sem ignorar a importância social que ele tem”, disse.

VIDA PT: Quais são as diferenças entre o português do Brasil e Portugal?

VIDA PT: Regras para votar, justificar ou transferir seu título para as próximas eleições


os mais lidos545 times!

COMPARTILHAR